5 Motivos para o Pastor não cometer suicídio

5 MOTIVOS PARA O PASTOR NÃO COMETER SUICÍDIO

Um número crescente de suicídios entre pastores tem levantado à discussão se essa prática é aprovada por Deus ou não, se o pastor suicida se encontra em descanso eterno ao lado do Pai Celestial. A questão mais importante é por que esses pobres homens escolheram o suicídio como escape?

Neste pequeno post elaborei 5 pontos a luz da bíblia para que o pastor seja desencorajado a tirar  sua própria vida.

  1. Sua vida é mais importante que o ministério: Querido amigo, por mais que você se dedique ao ministério, ele nunca poderá ser o ponto principal da sua vida. Você como pessoa é mais importante que todo o seu trabalho ministerial e, Deus jamais lhe atribuiria um oficio que te levaria a autodestruição. Dedique-se ainda mais a sua família, pratique esportes, a finalidade principal de Deus para sua vida é que você se alegre no Senhor e tenha vida verdadeira! Para este primeiro ponto destaco o fruto do Espírito “AMOR”, procure amar a Deus acima de todas as coisas incluído o ministério.  “E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.” (1 Coríntios 13:3)
  • É preciso ter bom animo: A frase mais encorajadora de Jesus Cristo para os seus discípulos que passam por aflições é: “Tenha bom animo”. No seu oficio pastoral você será tentado todos os dias para desanimar, pessoas próxima poderão virar-se contra você, as situações adversas podem vir de onde se menos espera, porém tenha bom animo! Tudo isso passará! Para este segundo ponto destaco o fruto do Espírito “GOZO” que é o mesmo que SATISFAÇÂO. Esteja satisfeito com o Senhor, pois assim seu animo se renovará e você terá menos desilusões no ministério. “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33)
  • Existem Pessoas que precisam de você: Por mais que lhe possa passar despercebido, existem pessoas que precisam de você! Sempre haverá alguém com um problema maior do que o seu, ajudar essas pessoas poderá lhe fazer se sentir vivo novamente! Para este ponto separei o fruto do Espírito “BONDADE”.  Procure exercer a caridade, olhe em sua volta, veja o grande número de pessoas que gostariam de receber uma visita no hospital, uma refeição para ser alimentar ou apenas uma palavra amiga, ocupe o seu tempo fazendo o bem!  “O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha”.  (1 Coríntios 13:4)
  • Não seja egoísta: Tirar a própria vida é a procura de alivio deixando a dor para os outros! Existem pessoas que te amam de verdade e esperam sempre por sua chegada. Muitos órfãos e viúvas carregarão essa dor para sempre. Sua ausência não poderá ser suprida por ninguém, por isso pense nos seus filhos e na sua esposa! O maior presente que um homem pode receber além da salvação é a sua família. Para este ponto destaco o fruto do Espírito “FIDELIDADE”. Seja fiel aos que o Senhor lhe confiou para serem amados e protegidos. “Cantarei para sempre o amor do Senhor; com minha boca anunciarei a tua fidelidade por todas as gerações.” (Salmos 89:1)
  • Se perdoe: Neste último ponto quero destacar sobre o auto perdão. Talvez você tenha criado muitas expectativas para o seu ministério pastoral e tem se condenado por um aparente fracasso, as coisas não aconteceram como você imaginou. Lembre-se do primeiro ponto; você é mais importante que o ministério. Ministério é oficio você é uma vida que foi resgatada por um preço muito alto! Se perdoe se os membros de sua igreja não estão nem aí para Deus, ou que preferiram mudar de Igreja, mesmo que você fique só lembre-se que o Senhor Jesus também terminou só o seu ministério ao ser preso no Getsêmani, mas ele disse: “Pois, chegará o momento, e realmente, a hora é esta, quando sereis espalhados cada um para sua família. Vós me deixareis sozinho. Mas Eu não estou desamparado, pois meu Pai está comigo”. (João 16:32). Você não está sozinho o Pai está contigo! O fruto do Espírito para este último ponto é “TEMPERANÇA”, seja moderado em seu auto julgamento.  
  • Para terminar medite nas palavras do Apóstolo Paulo:

“Pois eu tenho trabalhado mais do que eles e tenho estado mais vezes na cadeia. Tenho sido chicoteado muito mais do que eles e muitas vezes estive em perigo de morte. 24 Em cinco ocasiões os judeus me deram trinta e nove chicotadas. 25 Três vezes os romanos me bateram com porretes, e uma vez fui apedrejado. Três vezes o navio em que eu estava viajando afundou, e numa dessas vezes passei vinte e quatro horas boiando no mar. 26 Nas muitas viagens que fiz, tenho estado em perigos de inundações e de ladrões; em perigos causados pelos meus patrícios, os judeus, e também pelos não judeus. Tenho estado no meio de perigos nas cidades, nos desertos e em alto mar; e também em perigos causados por falsos irmãos. 27 Tenho tido trabalhos e canseiras. Muitas vezes tenho ficado sem dormir. Tenho passado fome e sede; têm me faltado casa, comida e roupas. 28 Além dessas e de outras coisas, ainda pesa diariamente sobre mim a preocupação que tenho por todas as igrejas. 29 Quando alguém está fraco, eu também me sinto fraco; e, quando alguém cai em pecado, eu fico muito aflito. Se existe motivo para eu me gabar, então vou me gabar das coisas que mostram a minha fraqueza. 31 O Deus e Pai do Senhor Jesus, o Deus que é bendito para sempre, sabe que não estou mentindo”. (2 Coríntios 11:23-31).

Deus lhe abençoe!

Rev. Clóvis Fernandes

4 comentários em “5 Motivos para o Pastor não cometer suicídio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *